Dicas de um Coach para Entrevista de Emprego

A entrevista de emprego é um dos momentos decisivos para quem está em busca de recolocação no mercado. Talvez por isso, muitos profissionais ainda que dominem todas as competências para o cargo pretendido e também as referentes à sua profissão, não consigam sair-se tão bem durante um processo de recrutamento e demonstrar estas qualidades quando de frente com o entrevistador ou numa seleção coletiva.

Assim, além do domínio das competências referentes ao cargo, dispor de habilidades emocionais, psicológicas, comportamentais e intelectuais potencializa ainda mais que o candidato seja contratado. Para isso, existe o Coaching, processo de aceleração de resultados e desenvolvimento que pode apoiar o profissional para que lide de forma melhor com processos seletivos.

Neste sentido, o auxílio de um Coach de Carreira, o profissional responsável por conduzir o processo de Coaching voltados para o alcance de resultados mais expressivos na profissão, além de apoiar na criação de um planejamento efetivo, pode dar ainda boas dicas que como lidar com a disputa por uma vaga, e indicar as melhores maneiras de se apresentar diante do recrutador.

Preparação é fundamental – Sempre, antes de ir para uma entrevista, pesquise informações referentes à empresa, e vá munido de referências. Esse embasamento é fundamental, pois demonstra interesse do candidato em saber sobre o local onde poderá vir a trabalhar.

Ouça na Essência – Preste atenção no que recrutador diz, não o interrompa quando estiver falando e busque fazer as etapas do processo de acordo com o indicado. Só responda aquilo que lhe for perguntado, isso ajuda a evitar que perca o foco e cometa alguma gafe.

Vestuário/Maquiagem e Perfume – Adéque seu vestuário ao estilo da organização que está recrutando. Se for uma empresa mais formal, por exemplo, vá com uma roupa de acordo, evite acessórios e maquiagem chamativos, como também perfumes fortes.

Comunicação não – verbal – 55% de nossa comunicação é feita através de gestos, postura corporal, tom da voz, então é importante ficar atento para não demonstrar através destes sinais que está nervoso.

Sabendo desta informação, use este tipo de comunicação a seu favor, mantenha uma postura ereta, confiante, não exalte seu tom de voz e evite tiques, não fazendo gestos bruscos com as mãos e balançando pernas e pés, por exemplo.


Fonte: Instituto Brasileiro de Coaching